Prainha do Pontal do Atalaia

Prainha do Pontal do Atalaia
mar
21
Sáb

Também conhecida como "Prainhas", é dividida em duas, separadas por rochas (na maré alta, vira um só). Para chegar às águas calmas, transparentes e perfeitas para banhos, é preciso encarar uma escadaria de madeira de 255 degraus, que sai do morro do Atalaia. A vista é encantadora, descortinando a Ilha do Farol. Por conta dos costões e das águas transparentes, é perfeita para mergulho, sendo ponto de parada dos passeios de barco. 

Na alta temporada, uma ótima alternativa para fugir do engarrafamento (a praia fica a 4km do Centro), é embarcando nas traineiras que fazem serviço de barco-táxi. Elas partem do píer da praia dos Anjos e fazem o trajeto Praia dos Anjos x Prainhas do Atalaia.

A escadaria que dá acesso às Prainhas do Pontal do Atalaia parece levar ao paraíso. Do alto do morro, o que se vê é um cenário paradisíaco. Difícil não ficar hipnotizado pela vista no topo da escada, de onde se vê a areia branca, o mar colorido e o verde ainda preservado na vizinha Ilha do Farol. A descida é íngreme e são muitos degraus. Nada que uma paradinha para as fotos não ajude.

É importante não confundir as Prainhas do Pontal do Atalaia com a Prainha (quase na entrada da cidade) e com a Praia do Pontal (mesma faixa de areia da Praia do Forte, em Cabo Frio). As Prainhas ficam localizadas no Morro do Pontal do Atalaia e têm esse nome por serem compostas de duas praias. Quando a maré está está baixa, elas se unem na mesma faixa de areia e formam apenas uma praia. 

A depender da hora do dia, da corrente, da presença de sol e de muitos outros fatores, a cor da água poderá ser diferente, transitando entre o verde o azul. Porém, duas características são comuns a qualquer dia do ano: a água nas Prainhas é sempre calma e muito transparente. Digna de comparação com os melhores destinos do Caribe. É realmente um das mais lindas praias de Arraial do Cabo. E a temperatura da água está entre as mais agradáveis da cidade.

A areia é branquinha e muito fina, cercada por rochas e pelo verde da vegetação. Há uma duna no centro da praia que oferece um lindo mirante, além das escadarias que dão acesso às raras construções ao redor. O espaço de areia mais próximo ao ponto de descida dos frequentadores é também o mais cheio. Basta caminhar alguns metros para fugir do movimento e ter uma praia incrivelmente linda e deserta. No canto direito da praia (de quem olha para o mar), uma pequena gruta, conhecida como Gruta do Amor, faz a felicidade de quem busca um belo cenário para fotos. A abertura da gruta permite lindas imagens, com o mar de Arraial ao fundo. Contam os moradores que a gruta tem poderes de tornar o amor eterno. 

Não há nas Prainhas uma boa infraestrutura de restaurantes ou quiosques. Vendedores montam barracas de acordo com o movimento. Em dias de semana, é possível até que não haja ninguém, mas nos finais de semana sempre haverá um vendedor que oferece comida, bebida, cadeiras e barracas. Não há banheiro na praia. 

O principal acesso às Prainhas, para quem está de carro, é pelo Pontal do Atalaia. O final do trajeto é em estrada de terra e não há estacionamento. Os carros ficam parados ao longo da via e o trânsito costuma ficar engarrafado nos dias de maior movimento. Há registros de períodos com cobrança, por parte da prefeitura, para que veículos subam ao Pontal do Atalaia. Essa cobrança não é fixa durante todo o ano. Para quem chega a pé, a opção mais rápida é a partir da trilha no canto direito da Prainha, próximo ao Instituto de Estudos do Mar Almirante Paulo Moreira (IEAPM). O trajeto total leva em torno de 1h. Quem fizer o mesmo percurso dos carros levará duas horas para realizar toda a subida. Há ainda a opção de ir em passeio de barco. O trajeto, ida e volta, tem custo de R$ 15. Os barcos partem da Praia dos Anjos e é preciso combinar um horário de retorno com o barqueiro. As Prainhas também fazem parte do passeio de barco que leva à Praia do Farol. Durante o passeio, há de 40 minutos a uma hora de parada na praia.